Páginas

segunda-feira, 13 de novembro de 2006

Anjo caído



Atendendo a um pedido do DD Simão, o Cireneu, vou falar um pouquinho só dessa pessoa que gosto muito. Não sei nem se é certo dizer assim, fica parecendo que se trata de alguém que eu conheça, o que não é.

Não me lembro quando minha admiração por Nelson Rodrigues começou. Costumo dizer que o apreço por Nelson Rodrigues costuma pular gerações. Não é regra, mas as pessoas entre 50 e 60 anos não costumam gostar muito de Nelson, não sei se porque o pensam como um doidivanas, um pervertido, um pornográfico. Por outro lado, os mais jovens, que não viveram a época em que Nelson era censurado sem cerimônia, pode se deleitar com o excelente e impecável trabalho de Ruy Castro, que organizou a maior parte da obra para a Companhia das Letras.

Nelson Rodrigues é um apreciador do cotidiano. Não trata de temas elaborados, escreve apenas sobre aquilo que todo mundo sabe mas ninguém quer comentar porque é feio, não é direito, não se faz. Justamente o fato de ele esfregar essas impropriedades em nossas fuças, trazer essas depravações para dentro dos lares de média classe e meia idade é que o torna tão fascinante e verdadeiro. Afinal, se puxarmos pela memória, todos nós conseguiríamos pensar em uma ou duas histórias dignas de Nelson e que ocorreram com uma cunhada, uma prima, um vizinho, um colega de repartição...

Para quem quiser saber mais:

- A Mentira, de Nelson Rodrigues (excelente, importa menos o desfecho e mais o retrato do desvio comportamental humano)
- O Anjo Pornográfico, de Ruy Castro (biografia completíssima, fotos e tudo o mais)
- Releituras (pílulas de Nelson)

E para encerrar:

"Toda família tem um momento em que começa a apodrecer. Pode ser a família mais decente, mais digna do mundo. Lá um dia aparece um tio pederasta, uma irmã lésbica, um pai ladrão, um cunhado louco. Tudo ao mesmo tempo."

É isso.

2 comentários:

simaocireneu disse...

Começamos bem, obrigado! Aguardo todo um roteiro de policiais, que V. prometera também.
Amplexos!

Bibi Smith disse...

Ah, querido, estamos em fase de preparação, me aguarde!!!
Obrigada pela visita!