Páginas

terça-feira, 7 de novembro de 2006

Palavra do Dia


Hoje, o dia não foi fácil. Sabe aquela frase super manjada - "tem dias que a noite é phoda"? Então, hoje esse dia foi o meu. Sobrou até para o Papageno, que penou com um acidente de carro, coitado, e nada tem a ver com esse meu inferno astral fora de hora. Só pra ficar nas frases manjadas, a minha vontade era de anunciar para todos que hoje, só amanhã.

Pois bem, minha manhã vai indo de mal a pior. Saio para almoçar feito o Ligeirinho e quando retorno para minha mesa, eis que placidamente me esperando há um doce árabe de figos e nozes, lindo e perfeito, com um bilhete de incentivo mais lindo e perfeito ainda.

O cavalheiro elegante me fala sobre resiliência. Eu, na minha vulga ignorância, li "resistência". Leio de novo: resiliência. Aqui vale uma mea-culpa porque eu sempre achei que uma pessoa resiliente era alguém no meio do caminho entre resistente e indolente. Procuro no Wikipédia, já que o Aurélio mora na minha casa e não no trabalho, e olha que bacana:
"Resiliência é a propriedade pela qual a energia armazenada em um corpo deformado é devolvida quando cessa a tensão causadora de tal deformação elástica. Aplicado ao ser humando, o conveito significa a arte de transformar toda energia de um problema em uma solução criativa."
Fala a verdade: existe incentivo mais bacana que esse? No meu caso, era o que eu estava precisando ouvir (ou ler).
Obrigada ao amigo Simão, o Cireneu.

4 comentários:

simaocireneu disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
simaocireneu disse...

Belíssima postagem, eu nem sabia que andava inflluenciando as gerações mais novas. Quanto à resiliência (meio caminho da leniência, que esta é para os santos), recomendei-a não porque sou sábio, mas porque sou mais velho e, conseqüentemente, de massa mais sovada.
Amplexos afetuosos do Cireneu!

Bibi Smith disse...

Cireneu, de que vale o tempo se não aprendermos ao menos uma coisa nova, todo dia?
Não passamos pela vida, devemos vivê-la!
Obrigada pela lição!

Emilia disse...

Vá por mim, Simão É SÁBIO, sim!