Páginas

sábado, 3 de maio de 2008

Platônico e epistolar

Helene Hanff era uma escritora americana que, em 1949, tinha dificuldade para encontrar os livros por que procurava em Nova York, onde morava. Após ler o anúncio da Marks & Co em um jornal literário, ela passou a fazer suas encomendas nessa livraria de novos e usados localizada em Londres. As cartas trocadas entre Helene e o gerente da livraria, Frank Doel, de 1949 até 1968, foram reunidas em um fofo livro, publicado em 1971 (em 1988, no Brasil) e transformado em filme em 1987.

Se a história parece familiar, realmente ela é. 84 Charing Cross Road (Nunca te vi, sempre te amei, em português), endereço do antiquário inglês, é o título do filme protagonizado por Anthony Hopkins e Anne Bancroft. O trailer, sem legendas infelizmente, é esse:






Embora a livraria tenha fechado há muitos anos, no endereço há uma placa em homenagem ao antigo estabelecimento, mais uma parada obrigatória no tour literário por Londres.

Mas, por que, vocês estão se perguntando, por que ela está falando sobre isso agora? É que, graças ao blog Assinado:Tradutores, consegui uma foto atual do famoso endereço:



P.S. Cito, com esse post, a lembrança de duas pessoas de quem gosto muito: Elzinha, que me emprestou o livro há muitos anos (acho que ela nem se lembra!), e Will, companheiro da minha época de vendedora, que adorava essa história e recomendava o livro para todo o mundo. Beijos aos dois!

2 comentários:

Wilson Canhas disse...

ô minha amiga! Não esqueço de você nunca, viu! O Dani me falou que vc passou na livraria... eu não sou muito de orkut, viu... olha só... wilson.canhas@gmail.com! vc tem que conhecer minha casa, inclusive... me escreva lá que marcamos. Agencia de publicidade? Mudou de emprego? Claro que aceito ajuda!!!! beijossssss

Bia disse...

Will, que saudades, querido!
Aceito com prazer o convite para a sua casa!
Beijos!