Páginas

quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

O que pensa o paulistano

Ouço no CBN São Paulo, programa apresentado pelo Milton Jung, a notícia de que o IBOPE fez uma pesquisa no início de janeiro acerca do que pensam os paulistanos sobre a cidade em que vivem.

Eis o que foi perguntado:

1. Com transporte público melhor você deixaria seu carro em casa?
2. Existe muita corrupção na capital paulista?
3. Tem ronda policial próximo da sua casa?
4. Já votou em conselhos municipais?
5. Sabia que existem 31 subprefeituras?
6. Você sente orgulho de morar em São Paulo?

Depois de pensar um pouco, respondo que:

1. Com certeza! Não me importo de andar de ônibus ou metrô e, em certas ocasiões, até prefiro, mesmo que a viagem demore mais tempo. Levo um livro ou me distraio com a paisagem, matutando posts para o Casco.

2. Acho que sim. No setor público, tudo o que sei é o que ouço no rádio, nunca fui vítima de extorsão. No setor privado, bom, aí é diferente... Já vi muita coisa feia.

3. Sim.

4. Não. E, correndo o risco de ser tachada de alienada, eu pergunto: onde acontecem e para que servem?

5. Sim

6. Muito, muito. Não é uma cidade fácil, não são pessoas fáceis, mas ainda acredito que as vantagens superam imensamente as agruras.

E vocês?

3 comentários:

Codinome Beija-Flor disse...

Ih! Basta me faltar um pouco de cheiro da queima de combustível pelo ar, para eu entrar em pânico.
E quando alguém me dizem: - Vc vive na selva de pedra!?!.
Logo respondo: - Quem disse que quero ser Jane ou a Xita?.
Ah! falem o que falar, mas S.Paulo é S.Paulo.
Bjos

Bia disse...

E viva la urbanidad!

Iphigênia disse...

Alguns comentários para sua ótima postagem:
1) Embora a correição vernácula, ousaria dizer que em SP ninguém é tachado, mas apenas taxado (rsss);
2) Há seres selváticos que desejam ser citadinos, embora não tenham no DNA tal prosápia. Denunciam-se pelos mínimos gestos, e não percebem que lhes falta civilidade.
3) Que Prefeito há de acertar, para a Paulicéia, as regências e concordâncias que lhe faltam?